Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘condicionamento físico e esporte’

IMG_3215

Read Full Post »

300img_5602“Conte até 10. Paz. Essa é a atitude.” Esse é o slogan da campanha lançada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) nesta sexta-feira (14/12), em evento na escola estadual América Dutra Machado, na comunidade Chico Mendes, na capital. A campanha visa à prevenção de homicídios cometidos por impulso, motivos fúteis e ações impensadas.
Ao lançar a campanha, o Procurador-Geral de Justiça, Lio Marcos Marin, falou às crianças da escola que o verdadeiro corajoso não é quem agride. “Corajoso é aquele que respeita, que tolera e resolve os problemas de forma amistosa. Paz, essa é a atitude”, disse Lio, que ressaltou, ainda, que um terço dos homicídios acontecem por motivos banais e que é preciso reverter essa estatística.

Em Santa Catarina, apesar da taxa de homicídios por 100 mil habitantes ser menor que a média brasileira – 12,9 no Estado contra 26,1 no Brasil – ela ainda é o dobro da média mundial, que é de 6,9 homicídios por 100 mil habitantes.
Na ocasião, o MPSC firmou um protocolo de intenções com as Secretarias Estaduais de Educação e de Segurança Pública para a divulgação da campanha. A ideia é sensibilizar a sociedade para a atitude de tolerância diante de situações que são propensas ao conflito, como discussões em bares, no trânsito, no ambiente doméstico, nas escolas, entre vizinhos e outras.

O Secretário Estadual de Segurança Pública, César Augusto Grubba, destacou que somente neste ano já ocorreram 691 homicídios em Santa Catarina, cerca de 200 por motivos fúteis. Já no ano passado, foram cometidos 247 homicídios, cujo motivo foi desavença. Também foram cometidos 61 crimes por motivo passional. “Temos que mudar a cultura do cidadão a partir das crianças. Tenho certeza de que os reflexos desta campanha repercutirão diretamente na segurança pública catarinense”, falou Grubba.

Representando a Secretaria de Estado da Educação, a Coordenadora do Núcleo de Educação e Prevenção às Violências na Escola, Rosemari Kock Martins, salientou que a política de prevenção da violência tem como princípio a valorização da vida. “É importante promover novas formas de agir, de pensar, neste ambiente que é a escola, ideal para formação da cultura de paz”, complementou.

O Coronel Marcelo Martinez Hipólito, coordenador do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD), que em 15 anos atendeu cerca de 1 milhão de crianças, disse que irá agregar à campanha aos trabalhos já desenvolvidos. “Precisamos nos unir não só pelo presente, mas principalmente pelo futuro que queremos”, disse. Maria Clara Vinotti, Diretora da Escola América Dutra Machado, disse que a escola desenvolve vários projetos, buscando melhorar o índice de desenvolvimento humano. “A escola é o palco onde se pode dançar a dança da paz, através do ensino e da aprendizagem. Acreditamos no potencial de nossas crianças”, falou. A diretora se disse, ainda, sensibilizada por a escola ter sido escolhida para o lançamento da campanha. “Nos sentimos incluídos, e não marginalizados”, finalizou.
Luta, só no esporte

No lançamento, o lutador do UFC Thiago Tavares, padrinho estadual da campanha “Conte até 10″, esteve presente, distribuindo autógrafos, deixando sua mensagem de paz e divertindo as crianças e adolescentes com uma demonstração de seu esporte. “Fico triste de saber que nosso país é líder em consumo de drogas. Penso que podemos mudar o mundo ao formar essas crianças, e os professores fazem a diferença. Contem até dez para vencer na vida”, disse aos olhinhos que brilhavam ao ver o ídolo de perto.

A campanha em SC

O público-alvo da campanha, embora diversificado, tem como foco principal os jovens, que, segundo as estatísticas, são as principais vítimas e que também é o grupo que concentra grande parte dos autores desses tipos de homicídio.

O MPSC utilizará a campanha para demonstrar às crianças e aos jovens a importância do controle emocional para evitar homicídio e outros crimes contra a vida e a integridade física. Pretende-se criar meios para resolução de conflitos dentro das escolas, inclusive desobediência ao regimento escolar, preferencialmente por equipe formada por servidores da escola, membros da comunidade e representantes dos pais dos alunos, desenvolvendo a cultura da paz.

A campanha também será levada às delegacias de polícia e será integrada ao Proerd, programa preventivo e educacional de resistência às drogas, da Polícia Militar, que tem como finalidade evitar que crianças e adolescentes em fase escolar iniciem o uso de drogas. Também visa a despertar para a questão da violência e a preparar os pais no intuito de oferecer sustentação aos seus filhos para enfrentar o problema.
Para combater os crimes por impulso, a campanha “Conte até 10. Paz. Essa é a atitude.” passa a mensagem de tolerância em situações de conflito, buscando evitar a violência (brigas de trânsito, entre vizinhos, em bares, etc).

A campanha nacional

A campanha “Conte até 10″ foi criada pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e parte da Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (ENASP). As peças nacionais são estreladas por atletas renomados – os campeões mundiais de MMA Anderson Silva e Junior Cigano e os judocas campeões olímpicos Leandro Guilheiro e Sarah Menezes -, que participam da iniciativa sem cobrar cachê. Em Santa Catarina, o lutador do UFC Thiago Tavares é a estrela das peças de divulgação (assista ao vídeo).
A campanha tem vídeos, jingles de rádio, anúncios para veículos impressos e digitais, entre outras peças, que serão veiculadas na mídia nacional gratuitamente até março do ano que vem. Também estão previstas ações educativas. Material didático sobre o tema está sendo elaborado em parceria com o Ministério da Educação (MEC) para uso a partir de 2013. (COMSO/MPSC, 14/12)

Read Full Post »

Florianópolis é a Ilha do Surf. Sem dúvida somos a principal surf city do país, celeiro de grandes atletas e palco de números eventos. Contudo, apesar de seu forte apelo junto à geração saúde, sobretudo pelo seu contato íntimo com a natureza, o surf, como qualquer outro esporte requer cuidados especiais. Observe:

Read Full Post »

Read Full Post »

Lembra daquela pulseira dos bobos do “equilíbrio”?!? Aquela que virou febre entre esportistas, artistas e outros istas, desde meados do ano de 2010? Pois é… a tal Power Balance, empresa americana fabricante da pulseira de borracha com dois filmes holográficos colados a ela, que, segundo a empresa, daria mais “força, equilíbrio e flexibilidade” ao usuário, foi condenada a pagar US$ 57 milhões em indenizações aos clientes, apenas nos Estados Unidos.

A estelionatária empresa perdeu um processo por publicidade enganosa naquele país, como já havia perdido em outros, e deverá declarar sua falência.

Read Full Post »

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou ontem uma resolução que determina novas regras parao protetor solar. O objetivo é garantir a proteção da pele dos consumidores brasileiros.

Entre as principais mudanças estão o valor mínimo do Fator de Proteção Solar (FPS), que vai aumentar de 2 para 6, e a proteção contra os raios UVA, que agora terá de ser de, no mínimo, 1/3 do valor do FPS declarado. Os fabricantes terão prazo de até dois anos para se adequarem às normas, que seguem os novos parâmetros para protetores solares adotados no Mercosul.

Segundo a Anvisa,também serão alterados os níveis dos testes exigidos para comprovar a eficácia do protetor. Pela norma, alegações, como resistência à água, terão de ser comprovadas por metodologias específicas definidas no novo regulamento.

Os fabricantes poderão indicar em seus rótulos as expressões “resistente à água”, “muito resistente à água”, “resistente à água/suor” ou “resistente à água/ transpiração”, desde que comprovem as características. Outra norma fala sobre reformulação nas informações obrigatórias dos rótulos dos produtos, como a reaplicação na pele, mesmo quando se tratar de um protetor resistente à água. Também fica vedada alegação de 100% de proteção contra as radiações solares ou a indicação de que o produto não precisa ser reaplicado.

Para a comprovação dos fatores de proteção, a Anvisa estabelece uma metodologia específica que, até então, não estava definida. O FPS mede a proteção contra os raios UVB, que penetram superficialmente na pele e causam queimaduras. É o principal responsável pelas alterações celulares que predispõe ao câncer. Já o fator UVA mede a proteção contra os raios UVA,que entram profundamente na pele, causando o envelhecimento precoce. Antecedentes. Um estudo divulgado em dezembro de 2009 pelo ProTeste mostrou que cinco das dez principais marcas de protetor solar em loção vendidasno País não eram resistentes à radiação. Alguns produtos perderam até 50% do FPS quando expostos a uma hora de sol nos testes.

Na época, as marcas avaliadas discordaram da pesquisa e responderam que seus produtos foram submetidos atestes científicos, aprovados pela Anvisa. (Estadão, 5/6)

Read Full Post »

Segundo pesquisa, quanto mais uma mulher com excesso de peso emagrece, menores os níveis de hormônios associados ao câncer

Mesmo moderada, a perda de peso já pode reduzir significativamente os níveis de hormônios associados ao risco de câncer de mama. De acordo com uma nova pesquisa, a diminuição de 5% no peso corporal pode chegar a reduzir pela metade as chances dos tipos mais comuns de tumores de mama. O estudo foi feito no Centro de Pesquisa em Câncer Fred Hutchinson, nos Estados Unidos, e publicado nesta segunda-feira no periódico Journal of Clinical Oncology.

Esse trabalho é o primeiro ensaio clínico feito para estudar os efeitos do emagrecimento na incidência da doença. Ele se baseou em dados de 493 mulheres com obesidade ou sobrepeso, sedentárias e com idades entre 50 e 75 anos. As participantes foram divididas em quatro grupos de acordo com os hábitos os quais foram designadas a seguirem: somente atividade física (cerca de 20 minutos ao dia de caminhada rápida); exercícios e dieta; somente dieta; e nenhuma intervenção.

Essas mulheres foram acompanhadas durante um ano. Após esse período, a equipe mediu, por meio de exames de sangue, os níveis de alguns tipos de hormônios sexuais que estão relacionados ao risco de câncer de mama, entre eles diferentes tipos de estrogênio e testosterona. A equipe observou que as mulheres que fizeram tanto dieta quanto atividade física tiveram uma redução de até 25,8% nos níveis desses hormônios, dependendo do tipo. Essa diminuição foi de até 22,.4% entre as mulheres que apenas seguiram uma dieta.

Embora as participantes desses dois grupos tenham perdido, em média, 10% do peso ao longo do estudo, a pesquisa concluiu que uma redução de 5% do peso corporal já é suficiente para haver um impacto benéfico sobre os níveis hormonais, podendo diminuir as chances de câncer de mama em até 50%. Os resultados indicaram que quanto mais peso perdido, maior é o efeito positivo.

Segundo os autores do estudo, essas conclusões somente se aplicam a mulheres com sobrepeso ou obesidade que não estão fazendo reposição hormonal. “A quantidade de peso perdido foi a chave para as mudanças nos níveis hormonais, e o maior efeito foi obtido com uma associação de dieta e atividade física. Por isso, o ideal é que as mulheres, para emagrecer, incluam esses dois hábitos no dia-a-dia e assim reduzam os níveis de hormônios como o estrogênio”, diz Anne McTiernan, coordenadora do estudo. (Veja online)

Read Full Post »

Older Posts »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.