Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘comunicação’

 

Entre o discurso e a prática - DC 28-2-2013

Publicado hoje no Diário Catarinense.

 

Read Full Post »

Dia 16 de outubro é o Dia Mundial da Alimentação e em uma ação realizada no início daquele mês, em Porto Alegre, trocaram os pratos tradicionais do buffet de um restaurante de grande fluxo por outros, 20% menores – nos quais, literalmente, faltava um pedaço! A ideia era chamar a atenção para os 20% de alimentos que são desperdiçados diariamente no Brasil, o país campeão mundial no índice. Sem falar que, com a aumento da obesidade e sobrepeso nas pessoas de vários países, incluindo o Brasil, cortar 2o% do que se põe no prato também fará um grande bem, que se estende ao bolso!!!

Read Full Post »

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) lançou,  no dia 10/09, o seu Manual de Identidade Visual e seu novo logotipo, na verdade o primeiro logotipo da história da instituição, visto que anteriormente, sem estudo algum a apenas com boa-vontade, se havia colocado as iniciais do MPSC junto ao brasão do Estado.

A nova representação gráfica objetiva valorizar a identidade e consolidar a imagem do MPSC, uma das metas do Planejamento Estratégico da Instituição. “O cidadão precisa, ao entrar no nosso espaço, saber que está no Ministério Público. O que buscamos não é mudar, mas evoluir. Chegou a hora do Ministério Público buscar evolução, modernização, contemporaneidade”, disse o Procurador-Geral de Justiça, Lio Marcos Marin, ao assinar o Ato n. 350/2012, que instituiu o logotipo e a identidade visual do MPSC.

Lio explica, ainda, que a nova identidade visual visa a corrigir a percepção equivocada e a falta de conhecimento que a sociedade tem das funções e da independência do Ministério Público. Pesquisa de opinião, encomendada pelo MPSC para auxiliar na construção do Planejamento Estratégico, mostrou que, do total de entrevistados, apenas 3,68% das pessoas conhecem efetivamente a instituição.

“Além disso, a maioria dos entrevistados que diz conhecer o MPSC, na verdade, o confunde com um dos três Poderes: 30,36% consideram a instituição vinculada ao Poder Judiciário, 17,61% ao Poder Executivo e 14,75 ao Poder Legislativo”, completou o Procurador-Geral de Justiça. Para a Vice-Reitora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Lúcia Helena Martins Pacheco, presente na solenidade, a identidade visual, quando bem trabalhada, é de um importante simbolismo para reforçar a imagem que a instituição quer passar para a sociedade.

O logotipo e o manual foram criados pelo Núcleo de Abordagem Sistêmica de Design da UFSC, sob a supervisão da Coordenadoria de Comunicação Social (COMSO) e da Coordenadoria-Geral dos Órgãos e Serviços Auxiliares de Apoio Técnico e Administrativo (COGER) do MPSC, após extenso estudo, que abordou a missão, a visão, as características e valores, o público-alvo (homem) e os diferenciais do MPSC, além de um estudo histórico de heráldica e logotipia envolvendo os entes públicos em diversas esferas e todos os  MPs da Federação, além do estudo de cores e aplicabilidade.

Com traços simplificados, o logotipo incorpora o elemento humano no centro da atuação do MPSC, em substituição ao uso ‘emprestado’ do brasão, que representa, essencialmente, o poder do Estado. Dessa forma, fica facilitado o conhecimento da instituição e a sua correta e imediata identificação. “Com estética minimalista, o novo logotipo tem uma representação visual mais harmônica, atrativa e receptiva para a sociedade”, explica o doutor do curso de design da UFSC, Luiz Fernando Figueiredo, responsável pelo projeto de sistema de identidade visual do MPSC.

Já o Manual de Identidade Visual trará unidade visual à instituição. Ele padronizará o uso do logotipo nos diversos materiais gráficos. Posteriormente, também serão incluídas no manual as peças gráficas de sinalização, de acordo com as normas de acessibilidade da ABNT, que facilitarão o acesso e a identificação dos espaços físicos do MPSC.

Read Full Post »

100 é um vídeo tocante produzido ao longo de quatro meses pela produtora de vídeo holandesa Imagine.

film maker Jeroen Wolf saiu pelas ruas de Amsterdã, a partir de outubro de 2011, pedindo para pessoas desconhecidas revelarem sua idade na frente das câmeras, com o objetivo de reunir um exemplar de cada, de 0 a 100 anos (um total de 5050 anos, se somados, revelados em 150 segundos).

Para assistir ao resultado, clique aqui.

Read Full Post »

O Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente do Ministério Público de Santa Catarina (CME/MPSC) e o Instituto Ambiental Ecosul lançam nesta segunda-feira (4/6) folder educativo abordando quatro aspectos importantes no relacionamento dos seres humanos com os animais domésticos: a adoção, a guarda responsável, o controle da procriação indesejada, e o abandono.

Com tiragem inicial de 10 mil unidades, o impresso tem o apoio da Eletrobrás/Eletrosul e será lançado em evento da Semana do Meio Ambiente, realizado na sede da Eletrosul, nos dias 4 a 6 de junho.

O folder será distribuído em escolas e comunidades onde o Ecosul vem desenvolvendo o programa de Educação Humanitária “Respeito a todas as formas de vida” e também em eventos, estabelecimentos comerciais e outros locais de acesso público. O objetivo é esclarecer a sociedade para suas responsabilidades com os animais domésticos e orientar sobre formas de impedir zoonoses, os maus tratos e a procriação indesejada e de tratar os animais com a dignidade, o respeito e o bem-estar a que tem direito.

O folder conta com o apoio do Grupo Especial de Defesa dos Direitos dos Animais (GEDDA) do MPSC foi criado com a finalidade de subsidiar a definição de estratégias de atuação, prestar apoio técnicoe colaborar com órgãos externos na elaboração e veiculação de campanhas educativas voltadas à defesa dos direitos dos animais, tanto as que tenham por alvo as autoridades quanto as que objetivem a conscientização da população; colimando a efetiva proteção jurídica aos animais no Estado de Santa Catarina. (COMSO/MPSC)

Read Full Post »

A Lei determina proteção especial a toda a pessoa que atinge os 60 anos de idade e cabe ao Promotor de Justiça da área da Cidadania zelar pelas garantias previstas no Estatuto do Idoso: “A atuação do Ministério Público vai se dar como um representante do Estado, no sentido de atender a essa população, que historicamente é mais vulnerável”, explica a Promotora de Justiça Sonia Maria Demeda Groisman Piardi, entrevistada do Alcance de maio. O programa estreia neste domingo (13/5), às 22 h, na TV UFSC (Canal 15 da NET em Florianópolis) e já está disponível no YouTube.

Sonia esclarece que todos são iguais perante a Lei e têm os mesmos deveres e direitos, mas o Estatuto do Idoso foi criado dentro do princípio de que algumas populações necessitam de mais atenção do Estado, “assim como acontece com a criança, o adolescente e com os portadores de deficiência”.

O tema predominante, durante o programa, foi o direito à saúde. Segundo a Promotora, a maior demanda, nas Promotorias de Justiça que cuidam de casos relacionados a idosos, são as reclamações por falta de atendimento médico pela rede pública. Mesmo assim, Sonia enfatiza que, antes de procurar um meio jurídico para conseguir um remédio, exame ou consulta, deve-se recorrer aos caminhos “normais”: o posto de saúde e a equipe do programa Médico de Família são as primeiras “portas do município” para a assistência ao idoso com problemas de saúde.

O Ministério Público, orienta a Promotora, passa a interferir apenas quando não for possível conseguir recursos nas formas tradicionais. Sonia Piardi explica que as ações judiciais geram atendimentos fora da previsão normal dos administradores, o que pode desestruturar o sistema de saúde. Por isso, ela recomenda que o idoso ou a família do idoso apenas procurem o Ministério Público quando esgotarem essas possibilidades.

Se for necessária a intervenção do Promotor de Justiça, seja por meio de um acordo ou de uma ação judicial, a atuação servirá para corrigir o sistema. “O Ministério Público é o advogado da sociedade, então precisa saber, conhecer o que a sociedade necessita, o que a sociedade reivindica, para se engajar nessas lutas também”, conclama a Promotora de Justiça da área da Cidadania, da Capital.

Read Full Post »

Os padrões de excelência consagrados no setor privado na área de comunicação corporativa estão cada vez mais disseminados no setor público com o aumento da presença das agências dentro dos governos, autarquias e estatais. Ferramentas de comunicação estratégica, como análise de imagem e índices de avaliação de resultados, já foram incorporadas à rotina de muitas entidades públicas, assim como o uso intensivo das redes sociais.

A FSB Comunicações atende ao Ministério da Saúde, que tem diversas ramificações. Na realidade, pelo tamanho da estrutura, há vários ministérios dentro do Ministério da Saúde, destaca o sócio-diretor da FSB, Moisés Andrade Gomes. A agência tem 42 profissionais só para dar atendimento ao ministério.

Uma das principais ações da FSB na pasta da Saúde foi a divulgação da Campanha Nacional de Vacinação e Eliminação à Rubéola. O plano de comunicação criou um cronograma de ações para manter o assunto na imprensa durante os quatro meses de campanha. No governo federal, a FSB atende também os ministérios dos Esportes e do Turismo.

A FSB também se destacou numa área cada vez mais importante: o trabalho nas redes sociais. A agência ganhou a medalha de prata no Festival de Cannes em 2011 na Categoria Melhor Uso de Mídia Social, com um trabalho para o governo do Estado do Rio de Janeiro, tendo como cenário a reação das organizações que dominavam o tráfico de drogas durante o processo de pacificação das favelas. A estratégia foi aproximar a ação e os policiais aos cidadãos conectados às redes, humanizando a atuação do Estado. O plano incluiu treinamento de porta-vozes para a Web.

Outra grande do setor, a CDN Comunicação Corporativa, desenvolveu uma campanha para a Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom) para divulgar a imagem do Brasil no exterior. Segundo o vice-presidente da CDN, Andrew Greenlees, além de promover teleconferências de autoridades brasileiras com a imprensa internacional, a agência fez um trabalho com analistas de mercado e grupos de estudos acadêmicos nos Estados Unidos e na Europa.

O trabalho rendeu duas premiações à CDN: Stevie International Business Award 2011, na categoria Campanha de Comunicação do Ano Global Issues, com a atuação desenvolvida em parceria com a Fleishman-Hillards, e o Golden World Awards for Excellence in PR – concedido em 2010 pela Associação Internacional de Relações Públicas (IPRA) na categoria Media Relations, com as ações realizadas durante a 15ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP 15).

A CDN também responde pelo atendimento do Banco Central, Ministério do Trabalho, Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Em busca de experiência internacional, a agência S/A Comunicação firmou parceria com a Kreab & Gavin Anderson, com sede em Estocolmo e Londres. De acordo com o diretor-geral da S/A, Marco Antonio Sabino, a companhia atuou na Islândia durante a crise financeira em 2008 e no Japão, após o tsunami, no ano passado. (Valor, 26/4)

Read Full Post »

Older Posts »